Home\Imprensa\Notícias\Sidinei Custódio a convite participa de reunião com o Governador Mauro Mendes para discutir situação da Santa Casa

Sidinei Custódio a convite participa de reunião com o Governador Mauro Mendes para discutir situação da Santa Casa

Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2019 - 10:53:45

    O Presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste de Mato Grosso (CISOMT) Prefeito de Curvelândia Sidinei Custódio (PSDB), a convite do Presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Vale do Guaporé (CISVAG) Prefeito de Pontes e Lacerda Alcino Barcelos (PRB), juntamente com os deputados estaduais Dr. Gimenez (PV) e Valmir Moretto (PRB) estiveram nesta última terça-feira (29) em Cuiabá em uma reunião com o Secretário de Saúde de Mato Grosso Gilberto Figueiredo e com o Governador Mauro Mendes (DEM), junto com os demais prefeitos e vereadores da Região Oeste para discutir a situação de calamidade que está na Santa Casa (Hospital Vale do Guaporé de Pontes e Lacerda), o mesmo está há 7 meses sem receber recursos financeiros por parte do Governo do Estado. Na primeira reunião na Secretaria de Saúde, o gestor da Santa Casa, Fábio Hebert, ressaltou que: “Aguentamos sete meses sem apoio do governo e vivemos com dinheiro de leilão, bingo, festa e tudo mais. Nós precisamos evitar que o hospital feche”, comentou o diretor.    

   Outra reunião aconteceu na sala do Governador no Palácio Paiaguás, juntamente com as autoridades políticas da região e o Deputado Federal Dr Leonardo (SD). Onde Mauro Mendes (DEM) esclareceu que: “Não vamos mentir e nem ser desleal. Preciso ser igual com todos. Darei uma parcela esse mês ainda e em fevereiro pago mais uma parcela e não vamos dar data. É triste, mas a situação do Estado é difícil. Mas me comprometo que vamos colocar as contas em dias até o fim do ano”, ressaltou o Governador.

   O Presidente do Consorcio Prefeito Sidinei Custódio argumentou que é de estrema importância o apoio do Governo para o não fechamento do Hospital, que atende 22 municípios e mais de 300 mil pessoas incluindo pacientes da Bolívia e de Rondônia. “Não podemos deixar que a Santa Casa pare de funcionar, caso isso aconteça o Hospital Regional de Cáceres, dobraria a demanda de pacientes, sendo que não tem estrutura para atender essa grande quantidade, que são mais de 300 mil pessoas, seria prejudicial para a saúde da nossa região, pois, já tivemos essa experiência no passado’’ concluiu o Presidente do CISOMT Sidinei Custódio.

N° de imagens: 5


Autor: Prefeitura Municipal de Curvelândia
Visualizações: 609
Palavras chavesgaleria de fotos.
Veja Também
Esta página teve 800040 visitas desde 03/11/2012 - 21:08:12 hs.